A perda de memória pode ser resultado de vários fatores, mas é muito mais comum quando chegamos a uma idade avançada.

Isso não significa que o problema é inevitável.

De fato, o envelhecimento provoca muitas mudanças no corpo.

Você pode notar, por exemplo, que um idoso não enxerga, não corre nem tem a mesma flexibilidade de uma pessoa mais jovem – e com o cérebro não é muito diferente.

Muitos idosos reclamam dos lapsos de memória e se sentem frustrados por não lembrar de coisas simples como antes.

O pior é que, com o passar do tempo, ficamos mais propensos a sofrer com demência e outros problemas cognitivos.

No entanto, como dissemos, é possível evitar essa desagradável situação.

Felizmente, nossos neurônios são perfeitamente capazes de se renovar.

Isso é bem parecido com a força muscular, que acaba sendo perdida quando, com o passar do tempo, deixamos de praticar atividades físicas.

Ou seja, precisamos exercitar nossos neurônios para que nosso cérebro não perca a sua “musculatura”.

Para ajudar, estamos trazendo seis hábitos que devem ser comuns ao seu dia a dia, a fim de garantir a memória e a boa saúde do cérebro.

Veja:
 
1. Pratique exercícios regularmente

A vida sedentária não prejudica só o corpo, como também a mente.

Para você ter ideia, o sedentarismo está associado à perda de memória, diabetes ou doença cardiovascular.

Entenda: a atividade física combate estresse, ansiedade e até mesmo a depressão.

2. Tenha uma vida social

Sempre procure ter contato com a família e com os amigos.

Isso garante menos probabilidade de esquecimento do que as pessoas solitárias.

A relação interpessoal, entre pessoas, permite que o cérebro entre em ação, promovendo desafios e estimulando novos pensamentos.

cerebro_-_habitos.jpg

3. Cuide da sua dieta

Invista em alimentos ricos em antioxidantes.

Os alimentos com ômega 3, como sardinha e linhaça, são especialmente bons para a memória.

Por outro lado, os alimentos com muitas calorias aumentam os problemas cognitivos.

4. Evite o estresse

O hormônio cortisol é responsável pela produção de estresse, e a presença dele faz com que o cérebro sofra alguns danos, como perda de memória, falta de concentração e dificuldades para aprender.

5. Durma o suficiente

Uma vida com noites bem-dormidas é importante para preservar a boa memória.

A insônia reduz a capacidade de os neurônios se renovarem.

Além disso, ficamos incapazes de tomar decisões e de nos sentirmos mais seguros.

O resultado disso são males como a depressão.
 
6. Fuja do fumo

Passivo ou ativo, o fumante danifica o corpo, provocando risco de doenças cardiovasculares e gerando acidente vascular cerebral.

Isso acontece porque afeta as artérias responsáveis pelo fornecimento de oxigênio para o cérebro.

Outras dicas de atividades produtivas para a mente são:

- Jogos de estratégia, como xadrez ou damas.

- Palavras cruzadas e sudoku

- Leitura, principalmente clássicos

- Cursos de idiomas, costura, desenho ou qualquer outro

- Tocar instrumentos musicais

- Trabalhos voluntários e jardinagem

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.