Todos nós nos incomodamos com muito barulho.

Imagine que você quer descansar ou se concentrar em alguma coisa e lá fora os carros não param de buzinar.

Ou o seu vizinho está ouvindo uma música que você não gosta no último volume.

Iremos mais longe: imagine o barulho de uma unha arranhando, do arrastar de uma cadeira ou até mesmo do giz riscando o quadro.

E o barulho de talheres tocando no prato…

Esses ruídos não incomodam a maioria das pessoas, mas há um grupo pequeno que realmente é muito afetado por certos sons.

Para quem não sabe, há uma doença chamada de misofonia (aversão ao som).

As vítimas sentem sensações físicas e emocionais negativas quando ouvem alguns ruídos.

Os sintomas são:

misofonia.jpg

- Agitação

- Necessidade de fugir do local barulhento

- Evitar algumas atividades que certamente nos farão ouvir ruídos

- Reagir de forma exagerada a pequenos barulhos

Infelizmente, este mal não é uma mera frescura ou capricho, como muita gente pensa.

Na verdade, pode ser uma verdadeira tortura.

De acordo com um estudo recente, 80% desses ruídos que tanto incomodam as vítimas da misofonia estão relacionados com a boca.

Ou seja, o barulho da mastigação, da deglutição, a tosse e o espirro, por exemplo, são o grande vilão.

O tratamento deve ser feito com a ajuda de um psicólogo.

A terapia consiste em ajudar o paciente a substituir os sentimentos negativos ao ouvir os ruídos.

Além disso, o paciente vai aprender a perceber outros sons, mais agradáveis, no ambiente para esquecer os ruídos que tanto o irritam.

O problema é que o diagnóstico não é fácil.

Muitas vezes a misofonia é confundida com outros transtornos.

Por isso que é muito importante você escolher um bom profissional, para não ser levado a tratamentos equivocados, com o uso desnecessário de drogas psicoterápicas.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.