A hipertensão ou pressão arterial alta afeta cerca de 20 a 30% da população brasileira adulta.

A hipertensão faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal e acaba comprometendo o funcionamento de outros órgãos, aumentando, por exemplo, o risco de derrame e ataque cardíaco.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), a hipertensão é a causa de 60% dos infartos e 80% dos AVCs (acidente vascular cerebral).

Mas você sabe o que pode estar aumentando a sua pressão arterial?

Confira algumas causas surpreendentes:

1. Excesso de açúcar

O consumo excessivo de açúcar pode ser ainda mais perigoso para a pressão arterial do que o sal, especialmente se o açúcar estiver em uma forma processada, como o xarope de milho, rico em frutose.

As pessoas que consomem mais açúcar apresentam um aumento significativo na pressão superior e inferior.

Basta um copo de refrigerante açucarado, por exemplo, para causar um aumento na pressão.

Lembramos que uma pressão sanguínea é considerada saudável próximo de 120/80 mmHg (12 por 8).

2. Solidão

A solidão não é considerada apenas de acordo com o número de amigos que você tem – mas é sobre se sentir conectado.

Os efeitos da solidão para a hipertensão pioram com o tempo (em média depois de quatro anos).
 
Um recente estudo descobriu que a pressão arterial das pessoas mais solitárias subiu mais de 14 pontos.

Os pesquisadores acreditam que o medo contínuo de rejeição e o desapontamento sobre segurança e proteção podem mudar a forma como o corpo funciona.

3. Apneia do sono

Pessoas com apneia do sono têm maiores chances de ter pressão alta e outros problemas cardíacos.

Quando a respiração é repetidamente interrompida enquanto você dorme, seu sistema nervoso libera substâncias químicas que elevam a pressão arterial.

Além disso, você recebe menos oxigênio, o que pode danificar as paredes dos vasos sanguíneos e tornar mais difícil para o corpo regular a pressão arterial.

4. Deficiência de potássio

Os rins precisam de um equilíbrio de sódio e potássio para manter a quantidade certa de líquido no sangue.

Portanto, mesmo se você estiver comendo uma dieta pobre em sal, você ainda pode ter pressão arterial mais alta se não estiver comendo frutas, vegetais, feijões, laticínios com pouca gordura e peixe.

Alimentos como banana, brócolis, castanhas, espinafre e outras folhas verdes também são ricos em potássio.  

5. Dor

A dor repentina ou aguda estressa o sistema nervoso e pode aumentar a pressão arterial.

É possível sentir esse efeito quando você coloca uma mão em água gelada, pressiona sua bochecha ou unha ou recebe um choque elétrico no dedo.

6. Suplementos de ervas

Você toma suplementos de ervas como ginkgo biloba, ginseng, guaraná, ephedra, laranja amarga ou erva de São João?

Cuidado!

Essas plantas podem elevar sua pressão arterial ou alterar a maneira como os medicamentos funcionam, incluindo aqueles para controlar a pressão alta.

7. Problemas de tireoide

Quando essa glândula não produz hormônio tireoidiano suficiente, seu ritmo cardíaco fica mais lento e as artérias ficam menos elásticas.

Níveis baixos de hormônios também podem aumentar o colesterol "ruim" (LDL), que endurece as artérias.

O sangue se move por meio de vasos duros mais rapidamente, empurrando as paredes e elevando a pressão.

Embora não seja tão comum, o excesso de hormônio da tireoide pode fazer seu coração bater mais forte e mais rápido, o que também aumentará a pressão arterial.

8. Urinar poucas vezes ao dia

Um estudo realizado com mulheres de meia-idade percebeu que a pressão sistólica subiu em média cerca de quatro pontos, e a diastólica 3 pontos, em mulheres que não tinham ido ao banheiro dentro de pelo menos três horas.

9. Consumo de anti-inflamatórios não esteroides

Todos os medicamentos anti-inflamatórios não esteroides, como a aspirina e o ibuprofeno, podem aumentar a pressão arterial de pessoas saudáveis ou que já tenham pressão arterial elevada.

10. Descongestionantes
Ingredientes como pseudoefedrina e fenilefrina podem estreitar os vasos sanguíneos.

Isso significa que a mesma quantidade de sangue tem que se espremer para passar por um espaço menor, como uma multidão se empurrando em um corredor.

Essas drogas também podem tornar os medicamentos de pressão arterial menos eficazes.

O seu médico ou farmacêutico pode ajudá-lo a escolher produtos vendidos sem prescrição médica para problemas de sinusite e resfriado, que são mais seguros se você tiver pressão alta.

11. Desidratação

CURA PELA NATUREZA - LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quando as células do seu corpo não têm água suficiente, seus vasos sanguíneos se contraem.

Isso acontece porque o cérebro envia um sinal para a glândula pituitária para liberar uma substância química que os encolha.

Os rins produzem menos urina para se agarrarem ao fluido que já existe, o que também estreita os vasos sanguíneos no coração e no cérebro.

12. Anticoncepcionais

Comprimidos, injeções e outros dispositivos anticoncepcionais usam hormônios que restringem os vasos sanguíneos, então é possível que a pressão sanguínea suba.

É mais provável que seja um problema para as mulheres com mais de 35 anos, excesso de peso ou fumantes.

Uma dose menor de estrogênio pode manter os números próximos do normal.

13. Sentir emoções ao falar

Quanto maior é a  pressão sanguínea em repouso, maiores serão os números quando você começar a falar.

E o efeito dura por alguns minutos.

Isso porque o conteúdo emocional do que você está dizendo pode acelerar os batimentos, forçando uma passagem maior de sangue nos vasos.

14. Antidepressivos

Medicamentos como dopamina, norepinefrina e serotonina - incluindo venlafaxina (Effexor), inibidores da monoamina oxidase (IMAOs), antidepressivos tricíclicos e fluoxetina (Prozac, Sarafem) - podem mudar não apenas o humor, mas também a pressão arterial.

Inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs) podem aumentá-la se você também estiver tomando lítio ou outras drogas que afetam a serotonina.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

contato@curapelanatureza.com.br

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.