Você sabia que pode melhorar sua qualidade de vida tirando um cochilo no início da tarde?

Muita gente tem medo de aproveitar uma boa soneca depois do almoço porque não quer sofrer com insônia na hora de dormir, à noite.

No entanto, basta observar algumas culturas para ver que a sesta é uma dádiva.

E a ciência está confirmando isso.

Uma pesquisa realizada no Allegheny College, Pensilvânia (Estados Unidos), publicada no Estudo Internacional de Medicina Comportamental, descobriu que os estudantes que tiravam um cochilo, de pelo menos uma hora tinham menos risco de sofrer com pressão arterial.

Além disso, o estudo chegou à conclusão de que o cochilo diurno é bom para a saúde cardiovascular e cerebral.

Outro estudo realizado na Universidade do Sarre (Alemanha) descobriu que cochilar também ajudava a melhorar a memória.

Isso não é maravilhoso?

Os participantes tiveram que decorar uma  lista de 90 palavras únicas e 120 palavras compostas sem sentido, como "táxi do leite".

Mais da tade dos voluntários puderam tirar um cochilo de 45 a 60 minutos, enquanto a outra metade foi assistir a um DVD.

Quando se tratava de lembrar as palavras, o grupo que cochilou conseguiu se lembrar cinco vezes mais das palavras do que o outro.
 
O estudo concluiu que um pequeno cochilo depois de um período concentrado de aprendizado desempenha um papel importante na consolidação da memória.

Cochilar pode até ser uma arma útil contra a dor.

Pesquisa publicada pela Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA examinou os efeitos da privação do sono e sensibilidade à dor em 11 voluntários saudáveis do sexo masculino.

Eles foram autorizados a dormir apenas entre duas e quatro horas.

Em seguida, submetidos a testes sensoriais que medem a resposta ao frio intenso, calor e pressão em três áreas do corpo: o músculo supraespinhal da parte superior das costas, parte inferior das costas e coxa.

Após a privação do sono, os homens relataram maior sensibilidade à dor, principalmente na parte inferior das costas, do que após uma noite inteira de sono.

No entanto, quando a noite de privação de sono foi acompanhada de dois cochilos diurnos de 30 minutos, eles se tornaram muito menos sensíveis à dor.

Cochilar, tudo indica, é um analgésico natural.

Então, se você pretende aproveitar os benefícios que o cochilo diurno nos oferece, Stephanie Romiszewski, fisiologista do sono e diretora da Sleepyhead Clinic, em Exeter (Inglaterra), diz que o melhor horário é entre as 14h e as 16h.

Essa é a melhor maneira de evitar insônia depois.

Uma soneca pode recarregar a energia, mas deve ser curta.

Um estudo da Nasa com pilotos militares e astronautas, cujos trabalhos interrompem seus ciclos naturais de sono, concluiu que a duração ideal de um cochilo era de cerca de 30 minutos.
 
No entanto, o doutor Matthew Hind, do Royal Brompton Hospital, diz que não é bom tentar dormir pela manhã.

Segundo o doutor Hind, o cochilo diurno é péssimo para uma boa noite de sono, principalmente para quem já sofre com insônia.

Entretanto, isso não nos impede de tirar raros cochilo diurnos nos fins de semana e feriados.

O problema mesmo é cair na tentação de prolongar bastante a soneca depois do almoço e ter problemas para dormir à noite.

Um distúrbio no sono pode atrapalhar o desempenho no resto do dia.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.