Dependendo da sua idade, você deve ter vivido no tempo em que ninguém tinha celular.

Nessa época, pouquíssimas pessoas tinham computador, internet e nem podiam imaginar que existiriam aparelhos como tablet, por exemplo.

Ou seja, as crianças estavam realmente protegidas.

Mas, depois do avanço tecnológico, a maioria dos pais dá eletrônicos aos filhos.

E o resultado disso é o prejudicial desenvolvimento da criança.

É claro que uma “babá eletrônica” é muito prática – basta colocar o filho na frente de uma telinha e ele logo para de chorar.

No entanto, pelos motivos que vamos apresentar, não recomendamos presentear uma criança, de menos de 10 anos de idade, com aparelhos como celular.

1. Pode aumentar a agressividade

Nem todo mundo pode ficar o tempo inteiro monitorando as crianças e a mídia e a internet estão cheias de mensagens violentas, principalmente os jogos e as redes sociais.

Sendo assim, são fontes perigosas, pois influenciam o comportamento das crianças.

2. Pode provocar dependência

Dar aos seus filhos acesso ilimitado à Internet, mídias sociais e jogos através de um smartphone ou tablet aumenta o risco de ele desenvolver problemas como o vício tecnológico.

3.  Dificuldades de aprendizagem

Usar telefones celulares ou tablets significa acessar múltiplas formas de entretenimento ao mesmo tempo.

Isso os torna mais facilmente distraídos e faz com que desenvolvem uma incapacidade de prestar atenção às aula.

Junto com os deficit de atenção vem a deterioração da memória visual e a capacidade de trabalhar de forma eficiente e eficaz ou se concentrar em uma tarefa.

4. Prejudica as interações sociais e causa ansiedade

A dependência tecnológica afeta a interação dos seus filhos com outras pessoas, causando limitações na linguagem corporal.

Pode observar que crianças viciadas no computador, por exemplo, não sabem se expressar em público e manter uma conversa interessante com outras.

Além disso, sofrem com bastante ansiedade.

5. Exposição à radiação

O cérebro de uma criança pode absorver  a radiação dez vezes mais do que o de um adulto.

Embora ainda não conheçamos todos os efeitos da radiação ao usar o celular, sabemos que aumenta o risco de desenvolver tumores cerebrais e câncer.

6. Aumenta o risco de obesidade

Vários estudos demonstraram a correlação entre o uso da tecnologia e o aumento do IMC (índice de massa corporal) em crianças e adolescentes.

Portanto, quanto mais tempo seu filho passar usando o computador e levando uma vida sedentária, maior a probabilidade de ficar obeso.

7.  Sofre com insônia

As crianças precisam dormir mais do que os adultos, por causa da fase de crescimento.

Para você ter ideia, se seu filho tem menos de 12 anos, ele deve dormir entre 9 e 10 horas por dia, mas a maioria dos pequenos têm um sono reduzido e acabam dormindo 7 ou 8 horas por dia.

Isso porque ficam horas no computador, estimulando o cérebro e aumentando as chances de insônia.
 
8.  Afeta a saúde mental

O bombardeio da mídia e de pessoas de todo o mundo ditando como devemos pensar, agir e sentir acaba influenciado adultos, imagine as crianças.

Há muitos jogos e correntes perigosas para a saúde mental das crianças, por isso você deve tomar muito cuidado.

9. Diminui a saúde física

Como dissemos, quanto mais tempo se passa no computador, levando uma vida sedentária, maior a probabilidade de sofrer com obesidade.

No entanto, não é só isso.

O uso excessivo de aparelhos eletrônicos causa má nutrição e maior chance do seu filho desenvolver doenças emocionais, físicas e dores (por causa da repetição de movimentos ou má postura).

10. Prejudica a postura

À medida que as crianças gastam mais e mais tempo em telefones, computadores e tablets, vemos uma deterioração na postura.

Essas crianças são mais propensas a adotar posturas sustentadas e muitas vezes desconfortáveis observadas em adultos com certos distúrbios músculo-esqueléticos.

São necessários mais estudos sobre os efeitos a longo prazo da "postura do telefone celular" em crianças.

11. Tensão visual

O uso prolongado de telas com iluminação eletrônica pode causar tensão ocular digital em adultos e, é claro, nas crianças.

O problema é que elas são muito mais sensíveis a dores na cabeça e visão turva.

O que fazer

Para controlar o tempo da internet dos seus filhos, você pode limitar em uma ou duas horas por dia, por exemplo.

Outra dica é conversar com a criança e dizer com quantos anos ela poderá ter seu primeiro celular.

Quanto mais tarde, melhor para ela.

Quando, enfim, ele tiver acesso ao aparelho, você deve controlar a internet para que não seja usada com exagero.

É indispensável falar que há lugares que não devemos usar o celular, como igreja, restaurantes e qualquer outro que exige qualidade de tempo para a família.

Seu filho deve saber aproveitar o tempo livre com outras atividades, além dos jogos eletrônicos e redes sociais.

Proíba o uso de tecnologia pelo menos 30 minutos antes da criança ir para cama, com certeza ela vai dormir melhor.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.