A disfunção erétil, ou impotência, é o pesadelo de muitos homens, de todas as idades.

E não é para menos.

O problema atinge desde jovens com menos de 25 anos até homens com idade entre 50 e 80 anos, sendo mais comum nesta faixa etária.

Isso porque a probabilidade de disfunção erétil aumenta com a idade: 22% dos homens com mais de 60 anos e 30% dos homens com mais de 70 anos sofrem de impotência.

A disfunção erétil acontece quando um homem é incapaz de obter ou manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação satisfatória.

Diabetes, hipertensão arterial, tabagismo, obesidade e sedentarismo são alguns dos fatores de risco para a impotência.

Mas quais são as causas do problema?

Nós listamos as cinco principais delas:

1. Doenças

Condições médicas graves, como doenças cardíacas, podem ser a origem de sua disfunção erétil.

Vale dizer que as causas de doenças cardíacas e da disfunção erétil são muito semelhantes.

Mas os sintomas da impotência podem ocorrer mais precocemente do que os da doença cardíaca em razão de problemas cardiovasculares como a aterosclerose.

Acredita-se que a aterosclerose, o estreitamento dos vasos sanguíneos em todas as partes do corpo, seja a causa mais comum de disfunção erétil e um sinal de alerta de um futuro ataque cardíaco ou derrame cerebral.

Outras condições médicas que colocam os homens em risco de disfunção erétil são doença renal crônica, esclerose múltipla e doença de Peyronie (Tecido cicatricial fibroso dentro do pênis que causa ereções curvas e dolorosas.).

2. Medicamentos

Você está tomando algum medicamento prescrito ou vendido sem receita regularmente?

Certos medicamentos podem dificultar a obtenção ou manutenção de uma ereção, como antidepressivos, anti-histamínicos ou medicamentos para pressão alta.

Embora essas drogas possam tratar uma condição, elas também podem afetar os hormônios, os nervos ou a circulação sanguínea, o que pode aumentar o risco de disfunção erétil.

3. Angústia emocional

Problemas de relacionamento que causam estresse podem levar a dificuldades na cama.

Depressão, ansiedade, baixa autoestima, culpa e medo de fracasso sexual são outros fatores que contribuem para isso.

CURA PELA NATUREZA - LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

4. Estilo de vida

Homens com excesso de peso, fumantes habituais, alcoólatras ou usuários de drogas são mais propensos a apresentar disfunção erétil.

Comer alimentos ricos em flavonoides, como melancia, ajuda a reduzir o risco de impotência.

Importante dizer que o aumento da ingestão de flavonoides também ajuda os homens a fumar menos, a beber menos e a se exercitar mais.

5. Lesão Física

O exercício físico é ótimo para sua saúde, mas é preciso ter cuidado com qualquer atividade que possa machucar sua região genital, como uma bolada ou chute.

Lesões nessas áreas do corpo podem causar disfunção erétil.
 
Com a crescente popularidade do ciclismo, os homens expressaram preocupação sobre se este exercício contribui para a disfunção.

Um estudo recente publicado no Journal of Men's Health concluiu que não havia relação entre o uso de bicicleta e a disfunção erétil.

Atualmente, mais de 30 milhões de americanos sofrem de disfunção erétil.

No Brasil, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 15 milhões de brasileiros – ou 30% da população masculina economicamente ativa – sofrem com a disfunção erétil.
 
A estimativa é que haja 320 milhões de impotentes em todo o mundo até 2025.     

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Seção: 

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

curapelanaturezablog@gmail.com

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.