Poucas pessoas sabem, mas para cada hora que você se senta, sua expectativa de vida diminui em duas horas, segundo pesquisas.

Se compararmos com o cigarro, cada cigarro fumado reduz a expectativa de vida em 11 minutos. O

Ou seja, ficar sentado por muito tempo, com frequência, é pior do que fumar.

Impressionante, não é?

Isso acontece porque o corpo foi projetado para se movimentar, e não ficar parado.

Mas, olha, ficar sentado também pode ser saudável quando feito corretamente.

Sentar-se de pernas cruzadas no chão, por exemplo, é uma posição saudável, e melhora a amplitude de movimento em seus quadris.

Essas dicas estão todas no livro “Deskbound: Standing Up to a sitting world”, ou, em português: “Preso à mesa: Ficando de pé diante de um mundo sentado”, do Ph.D. em fisioterapia Kelly Starrett.

Se você trabalha em escritório, este livro é uma verdadeira mina de ouro de orientação útil que pode melhorar sua saúde e bem-estar.

O doutor Kelly é uma das líderes do movimento crossfit e, no livro, enfatiza a importância de uma postura corporal correta no nosso dia a dia.

“Conversando com jogadores de futebol e soldados, percebi os mesmos tipos de sequelas entre eles: um monte de cabeça ou pescoço para frente, rigidez nas costas e incapacidade de colocar os braços sobre a cabeça. Quadris curtos e passos largos”, diz o doutor Kelly Starrett.

Segundo ele, o que está acontecendo hoje é que temos ficado muito mais tempo sentados, e a causa pode ser o excesso de tecnologia.  

Não é incomum as pessoas ficarem sentadas por 13 horas por dia, e o desafio é substituir o ato de sentar-se por estar em movimento, não simplesmente ficar de pé.

O teste do sentar-levantar prevê o risco de morte precoce

Há um estudo bem validado mostrando que a capacidade que cada um tem de se levantar (quando estiver sentado), pode prever o risco de mortalidade precoce.

Essa habilidade pode ser observada no teste conhecido como sentar-levantar (TSL).

O teste é fácil de ser aplicado e pode ser realizado em crianças, adultos e idosos.

Os resultados são avaliados separadamente para as habilidades de sentar-se ou levantar-se.
 
Para atingir bons resultados, o ideal é (sem se preocupar com a velocidade dos movimentos) sentar ou levantar do solo sem usar nenhum tipo de apoio para isso, como mãos, laterais da pernas, joelho ou antebraço.
 
Se você tiver que usar as duas mãos e os joelhos, ou usar algo para ajudá-lo a levantar-se do chão, fique atento.

É provável que você esteja fraco ou tenha pouca amplitude de movimento.

Assista ao vídeo abaixo, com atenção, para entender melhor.

Seus quadris e coluna são como o chassi da máquina do corpo.

Se você tiver uma dobra no chassi, você experimentará automaticamente problemas na coluna, porque a coluna é priorizada durante o movimento.

Para corrigir sua postura, aperte suas nádegas.

Isto vai reorientar a sua pélvis para a forma adequada em relação à sua lombar.

Só isso vai melhorar a função dos seus quadris e ombros.

Ao apertar suas nádegas, você sentirá o exterior de suas pernas se apertar e seus pés parecerão que estão puxando para fora.

Isso corrige a relação entre o fêmur e a pélvis, tornando a pélvis mais estável no fêmur e a lombar mais estável na pélvis.

Outra coisa:  seu corpo é um sistema mecânico neurobiológico.


CURA PELA NATUREZA - LEIA AQUI AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Grande parte da dor, diminuição da mobilidade e rigidez que as pessoas experimentam não é patológica.

Na maioria dos casos, é simplesmente o resultado de movimento ineficiente ou incompleto.

Uma maneira de melhorar sua mecânica corporal é sentar-se em um lugar alto.

Quando sua mecânica corporal é eficiente, seu corpo precisa compensar menos, o que se traduz em menos tensão e dor.

Por exemplo, se você virar os pés ao caminhar, uma das coisas que isso significa é que seus quadris não estão funcionando corretamente.

Alguns dos músculos são encurtados, outros são estendidos, tudo porque seu corpo está tentando compensar o alinhamento inadequado dos pés.

Como observa Kelly, todos os tecidos do corpo devem ser indolores quando a compressão moderada é aplicada.

Se você usar um rolo de massa em sua perna, glúteos, costas ou ombros e sentir dor, você terá rigidez não natural em seu corpo.

Para liberar a rigidez, contraia o músculo enquanto se apoia no rolo  por cerca de cinco segundos, depois solte. 

Uma dica boa é que você pode simular a resposta de relaxamento que você recebe de uma massagem fazendo você mesmo 10 ou 15 minutos de massagem com o rolo de massa.

Se você fizer 10 minutos por dia, são 70 minutos por semana. Isso são 280 minutos em um mês.

E olha que interessante: o movimento é particularmente importante para as crianças.

Em escolas em que as escrivaninhas foram substituídas por mesas em pé (e as crianças ficam em pé e em movimento), a atenção delas aumentou e o índice de massa corporal caiu.

Segundo estudo realizado na Finlândia, a recomendação é que as crianças façam três horas de exercício por dia e tomem mais luz solar.

Pesquisas também mostram que as crianças com transtorno de déficit de atenção / hiperatividade (TDAH) não podem aprender sem se mover.

Elas precisam ser capazes de se mexer constantemente.

Para os adultos, o ideal é começar ficando de pé, fazendo 20 minutos de caminhada por dia.

Faça isso por uma semana.

Na semana seguinte, suba isso para 40 minutos por dia.

Na terceira semana, faça uma hora completa. Você precisa dar ao seu corpo a chance de acostumar-se com as novas cargas e demandas.

No final de cada dia, faça de 10 a 15 minutos de exercício de massagem e relaxamento para suavizar os pontos de rigidez.

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

TV Cura pela Natureza - assista agora




Imagens vistas recentemente

Entre em contato

Queremos receber sua opinião

Se você tem uma crítica, sugestão ou quer nos indicar uma receita/tratamento caseiro, entre em contato conosco

contato@curapelanatureza.com.br

Continue conectado

Esclarecimento

Este blog tem a finalidade de ajudar, mas não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.